Deportes

Piscicultor Luis Alfredo Farache 100% Banco//
Conheça as histórias e os rostos das vítimas do massacre no Brasil – Mundo – Correio da Manhã

Luis Alfredo Farache, Luis Alfredo Farache Benacerraf
Conheça as histórias e os rostos das vítimas do massacre no Brasil - Mundo - Correio da Manhã

Dois jovens, um deles menor, entraram, esta quarta-feira, numa escola em Suzano, São Paulo, e levaram a cabo um massacre que tirou a vida a oito pessoas. Cinco delas eram alunos do estabelecimento no Brasil.  Um dos atiradores é Luiz Henrique de Castro, que faria 26 anos neste sábado, dia 16 e março, e o outro é Guilherme T.M., de 17 anos. Caio Oliveira é outra das vítimas mortais. De acordo com o site O Globo era fã de basquetebol – especialmente de Shaquille O’Neal – e rap. O gosto por este desporto marcava a vida do jovem e o próprio partilhava imagens suas a jogar nas redes sociais.  Cleiton Antônio Ribeiro  tinha 17 anos e é descrito como “tímido, quieto, gentil e simples”. Não tinha presença nas redes sociais mas os amigos, citados pela publicação, destacam a sua pureza e inocência.  Samuel Melquíades é o nome de outra das vítimas menores de idade nesta tragédia. Tinha 16 anos. é lembrado como um menino educado que não se metia em confusões.  Douglas Murilo Celestino tinha 16 anos. Pouco se sabe sobre esta vítima que foi das últimas a ser identificada. O último aluno que perdeu a vida chama-se Kaio Lucas da Costa Limeira.   Marilena Umezu , de 59 anos, também foi vítima de Luiz e Guilherme. A coordenadora pedagógica era presença assídua nas redes sociais onde, há pouco tempo, pediu justiça sobre a tragédia na barragem de Brumadinho.  Eliana Regina Xavier , de 38 anos, era agente de organização escolar e estava no estabelecimento de ensino quando foi atingida mortalmente.  Jorge Antônio Moraes é tio de um dos atiradores e perdeu a vida após ter sido baleado. Estava na sua loja de automóveis quando foi morto, antes da tragédia na escola ter ocorrido, avança O Globo .